domingo, 14 de dezembro de 2008

Mesmo Delivery


O ex-boxeador Rufo, um brutamontes, é contratado pela companhia Mesmo Delivery para levar um caminhão a um determinado lugar. Com duas condições: que o contêiner não fosse aberto de jeito nenhum e que ele viajasse na companhia de Sangrecco, um fã de Elvis Presley considerado o braço direito do chefe.
No meio do caminho, durante uma parada para esvaziar a bexiga, Rufo se envolve numa tremenda pancadaria num bar fuleiro. É então que os serviços da Mesmo Delivery são revelados... mas só para o leitor.
Mesmo Delivery é um dos melhores lançamentos de quadrinhos deste ano. Principalmente porque - aproveitando o nome do álbum -, com certeza, está longe de ser mais do mesmo.
O roteiro, que teve como inspiração seriados de TV que Grampá via quando criança, como Além da Imaginação, é muito bem amarrado. Quase até o final, o leitor pensa que a HQ é pura e simplesmente pancadaria e sangue jorrando. Mas quando flashbacks começam a entremear as cenas de massacre, o autor consegue seu objetivo: surpreender o leitor.
O que mais chama a atenção em Mesmo Delivery é, sem dúvida, o desenho. Grampá é minucioso na construção de cada página. Ao fim da leitura (que é extremamente rápida, devido ao ritmo da história), vale a pena voltar e olhar com calma cada prancha.
Fonte: UniversoHQ.

6 comentários:

Helio sampaio disse...

Que absurdo! Sinal que teve uma boa aceitação por parte dos scans, com o fechamento da Pixel é mais que evidente que nós leitores façamos a nossa parte. Eu mesmo dificilmente vou comprar mesmo delivery, preferindo gastar a mesma quantidade em dinheiro para comprar os 3 almbus de O clic no Manara(la na conrad tá uma baba). Mas fica a ressalva, nada substitui o papel e como se trata de um encadernado e acima de tudo um produto de qualidade quando surgir o ensejo compramos para prestigiar e incentivar mais trabalhos do autor. Tomara que acdemia umbrella chegue logo, essa sim não pode faltar na estante de jeito nenhum.

Anônimo disse...

É uma pena mesmo. Eu sou outro que, sem a scan, certamente não leria Mesmo Delivery, principalmente por uma questão do preço (acabaria priorizando outras coisas). Mas enfim, a obra é do autor, e ele tem o direito de proibir. No fim, menos pessoas vão conhecer o trabalho dele e, se gostarem, quem sabe no futuro pensar em investir nisso.

Ah, e muito bom teu blog. O Traça é o bixo.

Alcofa disse...

não acho estranho. Acho ridiculo mesmo. Baixei o scan recentemente, gostei e comprei o album. muita gente reclama do preço ... por, na net é só saber procurar! Eu comprei por módicos 20 reais, zeradão.

Parabéns pelo trabalho no blog!

Littleton disse...

Realmente uma pena, mas a verdade é essa, muitos trabalhos ótimos a gente deixa de conhecer por causa simplesmente do velho BOLSO!! Baixar o Scan é uma ótima oportunidade pra ler coisas boas, mas com certeza nada substitui o papel!

Von DEWS! disse...

Por R$20,00 eu consegui comprar Fell de Warren Ellis e Ben Templesmith!
QUEM É Rafael Grampá perto desses dois???

Mesmo Delivery vai ficar pra alguma promoção a menos de 15 reais...

Ressalva: a revista é boa sim, mas ameaças são dignas de pena!

Anônimo disse...

BAIXEI AQUI E É BOA A REVISTA, MAS NÃO VALE MESMO OS 39 MANGOS. SEFUDER SE FOI O AUTOR QUE AMEAÇOU, MANÉZÃO